APP Debate a Pauta da Greve com o Novo Secretário de Educação:

0 comentários

REUNIÃO DA APP SINDICATO COM O NOVO SECRETÁRIO:
 No final da tarde de ontem (16) , dirigentes da APP-Sindicato participaram de reunião como novo Secretário de Educação, Paulo Schmidt para debater as reivindicações da categoria que compõem a campanha salarial 2014 e a pauta da greve que se inicia no próximo dia 23 de abril. Na reunião, representantes da direção estadual da APP, além de cobrar o não cumprimento de compromissos assumidos pelo governo com a categoria, apresentaram detalhadamente todos os itens que motivaram a greve dos professores(as) e funcionários e funcionárias de escolas, efetivos e temporários(as), aposentados(as) e da ativa. O secretário de Educação afirmou que iniciou debates no interior do governo sobre os pontos da greve, e que irá intensificar nos próximos dias este diálogo junto ao governo, na perspectiva de apresentar uma proposta para a categoria. A direção da APP-Sindicato deixou evidente ao novo secretário que a categoria iniciará a greve no dia 23. E que, se durante a greve o governo apresentar proposta de atendimento à pauta, a entidade reunirá a categoria em assembleia para avaliá-la. A APP-Sindicato reafirma a importância da categoria intensificar o processo de organização da greve com a criação dos comandos de greve por escola, a fim de que a mobilização comece com uma forte adesão já no seu primeiro dia, para dar início no dia 23 em mais uma greve histórica para a educação do Paraná. Nossa grande força está em nossa união.
Participaram da reunião, pela APP-Sindicato, Marlei Fernandes (presidenta), Professor Paixão (diretor de Comunicação) Miguel Baez (diretor de Finanças), Hermes Leão (diretor de Organização) e Mario Sérgio (diretor de Assuntos Jurídicos). Também participou o deputado estadual Professor Lemos. Como fica a situação dos PROFESSORES PDE:  CLIQUE AQUI                                         
Pela SEED, além do secretário, Paulo Scmidt, superintendente de Educação, Eliane Rocha, a chefe de Recursos Humanos Graziela de Souza, o diretor geral, Edmundo Veiga Neto, e o assessor especial, Mauricio Pastor.
 matéria reproduzida  http://www.appsindicato.org.br/Include/Paginas/noticia.aspx

Chance de Vargas Renunciar é de 50%, Diz Líder do PT na Câmara

0 comentários

Deputado Vicentinho(PT-SP) durante reunião do PT
Deputado Vicentinho(PT-SP) durante reunião do PT:
O líder do PT na Câmara dos Deputados, Vicentinho (SP), afirmou na noite desta terça-feira (8) que a chance de o deputado licenciado André Vargas (PT-PR) renunciar é de "50%".
Vicentinho convocou uma coletiva especialmente para confirmar que o deputado cogita abrir mão do mandato parlamentar. O líder petista, porém, ressaltou que a decisão caberá exclusivamente a ele.
"Sim, ele está refletindo [sobre a possibilidade de renunciar] e essa decisão cabe estritamente a ele", afirmou Vicentinho.
Isolado pelo partido, Vargas é acusado de favorecer um doleiro preso pela Polícia Federal. O petista deve decidir o que fará até amanhã à tarde, que é quando o Conselho de Ética se reúne para definir se instaura um processo contra ele. Depois de aberto o processo, não há como interromper as investigações, que tem prazo de 90 dias para serem concluídas.
Ontem, Vargas apresentou pedido de licença não-remunerada de 60 dias do cargo de deputado para poder se dedicar a sua defesa, mas, diante da pressão política, estaria pensando em desistir em definitivo do cargo.
Vicentinho contou que tem mantido contato constante com o deputado, que se diz inocente. "Ele está convencido da sua inocência, quer ter o direito de se defender na Comissão de Ética, tem responsabilidade para sua família, história de vida, de parlamentar", afirmou.
Embora abertamente digam que não há pressão, nos bastidores, porém, o Palácio do Planalto e a cúpula do PT estariam articulando para evitar que o episódio tenha reflexos nas eleições de outubro.
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a cobrar, publicamente, explicações de Vargas sobre sua relação com o doleiro Alberto Youssef para que o PT "não pague o pato".
Vicentinho disse ter conversado também com Lula, que teria reiterado a necessidade de deixar a decisão com Vargas.
"O presidente Lula tem autonomia e autoridade como nosso líder maior para dizer o que pensa. Conversei com ele. Presidente Lula disse que temos de ouvir com respeito, sendo generoso no diálogo, e a decisão será a dele [de Vargas]." matéria reproduzida do UOL
 http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2014/04/08/chance-de-vargas-renunciar-e-de-50-diz-lider-do-pt-na-camara.htm

Assembleia Aprova Greve Geral a Partir do dia 23 de Abril

0 comentários

UMA DECISÃO HISTÓRICA: 
Mais de mil educadores e um consenso: a categoria está decepcionada com o descaso e com a lentidão nas negociações com o governo do Estado. Trabalhadores e trabalhadoras da Educação representando todos os 29 Núcleos Regionais da APP-Sindicato no Paraná, estiveram presentes na assembleia que decidiu pela deflagração da greve geral da categoria.
Após uma manhã de intensos debates sobre a conjuntura política, estrutural e econômica do Paraná e a da análise histórica e minuciosa do trabalho da APP na defesa dos direitos da categoria, a quase totalidade dos educadores e educadoras decidiu, em votação democrática, pela intensificação do calendário de mobilizações para os meses de abril e maio. Haverá greve geral nas escolas públicas estaduais a partir do dia 23 de abril.
A Assembleia também aprovou a realização de um acampamento em frente ao Palácio Iguaçu nos dias 23,24 e 25 de abril, e a continuidade da campanha “Hora-atividade pra Valer”.
Os(as) educadores cobram, entre outros, os 33% de hora-atividade; a implantação do Piso Nacional para o professor (mínimo de 8,32%); o reajuste no mesmo índice do Piso Regional (7,34%) para os funcionários(as) de escolas; o pagamento das promoções e progressões em atraso; o fim do corte do auxílio transporte para os(as) afastados por licença médica; melhoria do contrato PSS, e a implantação de um novo modelo de atendimento à saúde do funcionalismo público.
A votação expressa a atuação do Sindicato diante das insistentes negativas do governo. Para a presidenta da APP, professora Marlei Fernandes de Carvalho, esta assembleia foi positiva. "Todos nós estávamos favoráveis à greve. Agora a categoria precisa se organizar para construir o movimento para fazer com que o governo atenda as nossas propostas". O secretário de Imprensa da APP, professor Luiz Carlos Paixão reforça que a greve é uma das formas de pressionar o governo do Estado. "Mais uma vez a categoria mostrou sua força e unidade. Agora todos nós temos o desafio e a tarefa de construir a partir do seu local de trabalho uma greve histórica para a educação do Paraná. Caso o governo não queira a greve, que apresente uma proposta concreta para o atendimento dos principais reivindicações da categoria”, salienta o professor Paixão.

Confira o calendário de mobilização aprovado pela assembleia:
(Conjunto de atividades começando no dia 30 de março)

30 de março até 30 de abril – realização de assembleias regionais em todos os núcleos sindicais da  APP-Sindicato Sindicais da APP.
Dia 8 de abril – Encontro Estadual de diretores e diretoras da escolas sobre o porte de escola.
Dia 9 de abril – Marcha da classe trabalhadora, em São Paulo, na Pça da Sé às 9h. Envio de caravana do Paraná.
Dia 14 de abril – Mobilização com vigília dos aposentados e aposentadas pela implantação do nível II na tabela. (10 horas reunião na APP, 14 horas mobilização na Alep e 17h até 00h vigília no Palácio Iguaçu).
Dia 23 de abril – início da greve dos(as) educadores(as) paranaenses.
Do dia 23 até 25 – Acampamento em frente ao Palácio Iguaçu em Curitiba. Durante o acampamento será realizada  devolução simbólica do Cartão Saúde do Governo.
Do dia 24 até 30 de abril – 15ª Semana Nacional em Defesa da Educação Pública, organizada pela CNTE.
29 de abril -  Ato Público em Curitiba.

Ações que antecedem à greve Outra decisão da assembleia, foi a realização de recepções ao governador em suas atividades nos municípios do Paraná. A campanha Hora-atividade pra Valer continua. Os(as) presentes aprovaram por unanimidade a continuação da campanha nas seguintes datas: 4, 10, 16 e 22 de abril.
A Assembleia Estadual deste dia 29 não foi encerrada. A categoria continua em assembleia  permanente. O que significa, que a qualquer momento a direção do sindicato poderá reinstalá-la.  
Veja a Pauta de Reivindicação clique qui





Rosário do Ivaí em Breve Poderá se Tornar a Capital da Banana

3 comentários

NÃO VAI FALTAR BURACO  PARA O CULTIVO DA BANANA:
A ideia foi dada por alguns dos   moradores do conjunto Morada do Sol Nascente, cansados  de tanto esperar pelo conserto de sua rua, alguns moradores que não querem se identificar com medo de represaria, resolveram fazer um plantio simbólico de  MUDAS DE BANANA,  nos buracos, onde já faz mais de ano que as obras de calçamento estão  paralisadas, como  o município não tomou nenhuma providencia, tornando cada vez mais difícil o transito de veículos. Para  protestar contra este descaso, a ideia  foi plantar estas mudas de banana e chamar a atenção das autoridades, para solucionar o problema, disse um dos moradores. Se esta moda pega e os moradores de Rosário, resolverem plantar uma muda de banana em cada buraco da nossas ruas, com certeza alem do titulo de CAPITAL DA UVA NIAGARA  em breve a atual gestão que esta indo DE MAR A PIOR,   ira comemorar mais um titulo o de  CAPITAL DA BANANA, cultivada em área urbana.
VAMOS DEIXAR DE SER BANANAS E CUIDAR MELHOR DE NOSSA CIDADE:


Sai Gabarito Concurso Publico de Rosário

0 comentários

CONFERE O SEU GABARITO:
A prefeitura de Rosário do Ivaí, publicou nesta terça feira 25 de março o GABARITO, do Concurso Publico realizado no dia 23 de março de 2014,  fique atento, pois em breve estaremos publicando aqui neste blog, o resultado dos aprovado do concurso em todas as áreas,   boa sorte, assim que sair o resultado  final dos aprovados estaremos publicando aqui no Blog do Lustroso, todas as informações. Agora é só acessar o link abaixo e conferir a sua pontuação e desejamos boa sorte companheiro. 
GABARITO DO CONCURSO - CLIQUE AQUI , RESULTADO PARCIAL DOS MOTORISTA E OPERADOR DE MA CLIQUE- AQUI    RESULTADO FINAL DO CONCURSO         CLIQUE AQUI








Setor Rodoviário de Rosário em Ritmo de Desmonte

0 comentários

DE CAMPANHA MILIONÁRIA A MANDATO POBRE:
 A situação do nosso setor rodoviário esta  indo DE MAR A PIOR,  o desmazelo com a nossa frota fica evidente e as imagens não deixam duvidas,  da falta de respeito com o bem público, olha a situação dos nossos ônibus que puxaram alunos no ano passado, hoje muitos se encontram abandonados no lixão conforme já denunciado por este blog, os outros que tem condições de rodar, não rodam por fata de pneus, e provavelmente o seu destino sera o lixão, é triste e vergonhoso,  ver é  a situação do nosso CAMINHÃO TRAÇADO , carregado de terra no patio rodoviário a quase dois meses sem  pode descarregar por falta de pneus, a falta de manutenção da nossa frota, esta refletindo na péssima qualidade das nossas estradas rurais e nas ruas esburacadas  da cidade, que se encontra intransitáveis. Hoje o nosso município vai DE DEMAR A PIOR,  não só no setor rodoviário como: SAÚDE, falte de medicamento, de médico da saúde, exames, EDUCAÇÃO é triste saber que tamos salas multisseriadas, com até três series na mesma sala, é pra acabar,CIDADE, entulhos, buracos, iluminação publica nas praças, ruas esburacadas, para ser sincero hoje uma cidade sem comando, FESTA DA UVA sem comentário foi uma derrubada, apoio  e repasse de recurso as instituições como: SANTA CASA, LAR SÃO VICENTE DE PAULO, APAE E CASA FAMILIAR RUAL, é bom nem comentar.O que esta acontecendo não é falta de recurso e sim como se gasta o recurso e com quem se gasta, vamos refletir; trocou funcionários, colocou em casa ganhando sem trabalhar, criou secretaria, para contratar parentes e apadrinhados, alugou vários imóveis sem necessidade, leva eucalipto, busca ração, milho e até material de construção para  parceiros e correligionários    e o sitiante sem estrada, concerta maquinas de terceiros e as do município veja a situação, depois de uma campanha milionária vem a pergunta  E AGORA ROSÁRIO...........  

A NOSSA FROTA ESTA DETERIORANDO E INDO PRO LIXO:
A QUASE 60 SEM DESCARREGAR POR FALTA DE PNEUS :
O ANO PASSADO TINHA DINHEIRO PARA COMPRAR PNEUS E AGORA :

Mesmo Com Pressão Governo Avança Pouco na Negociação

0 comentários

ESSA LUTA É DE TODOS NÓS:
Milhares de trabalhadores(as) da Educação foram às ruas na manhã desta quarta-feira (19). A caminhada da APP-Sindicato reuniu mais de 10 mil pessoas em uma marcha colorida e que deu visibilidade as reivindicações dos(as) educadores(as). Gente de todo o Estado se uniu para cobrar do governo do Paraná respostas concretas sobre a pauta da categoria. A paralisação de hoje (bem como os atos dos dias 17 e 18) integrou a mobilização nacional, organizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

Após a marcha, uma comissão formada por diretores da APP-Sindicato se reuniu com o secretário de Educação e vice-governador Flávio Arns e sua equipe. Durante a longa reunião, a comissão levou à mesa de negociação os questionamentos e demandas dos(as) professores(as) e funcionários(as) de escola. A cobrança foi incisiva e, em alguns momentos, tensa. Especialmente por conta de problemas registrados nas escolas no início deste ano letivo e pelo não cumprimento, por parte do governo, de compromissos assumidos com a categoria.
Leia o relato:
Porte das escolas - O primeiro assunto debatido foi o porte. A APP relatou as várias reclamações que recebeu de unidades que relataram a perda de diretores auxiliares, pedagogas, agentes I e II. O sindicato reiterou a necessidade de que ocorra um debate a respeito dos critérios sobre os quais se baseiam os cálculos do porte. O secretário de Educação informou que hoje a noite será rodado um novo porte e que, a partir de amanhã, as escolas já poderão consultá-lo. Além disso, a Secretaria de Estado de Educação se comprometeu  com o sindicato em manter a demanda de 2013 das escolas, bem como de não fazer remanejamento do pessoal que estaria em ‘excesso’.
Corte do auxílio-transporte – A direção da APP falou sobre a surpresa e mal estar causado na categoria com a decisão da Seed – após orientação da Procuradoria Geral do Estado (PGE) – em efetuar descontos no auxílio transporte dos(as) educadores(as) que se afastaram das suas atividades por motivo de doença (recorrendo às licenças médicas). Uma das justificativas da Secretaria é de que a medida foi adotada como forma de conter uma suposta ‘enxurrada’ de atestados de até três dias apresentados(as) por educadores(as) que, desta forma, estariam atrapalhando o funcionamento das escolas. Houve um debate duro sobre este tema. A direção da APP afirmou o aumento dos atestados médicos ocorre em virtude do quadro de adoecimento dos educadores e educadoras nas escolas. Punir quem fica doente é um caminho absurdo.
O corte do auxílio–transporte aniquila a conquista da equiparação, pois diminui o salário do(a) educador(a). E pior: no momento em que eles mais precisam, quando estão doentes. Depois, ao adotar esta medida, a Secretaria passa a ‘punir’ não somente quem por ventura apresentar atestado sem real motivo, mas todos(as) os(as) educadores(as). Por fim, a entidade defendeu que nos casos de afastamentos recorrentes, o(a) trabalhador(a) seja encaminhado à Divisão de Medicina e Saúde Ocupacional (DIMS) para ter seu diagnóstico comprovado. O sindicato também cobrou a efetivação de um programa de prevenção às doenças e melhorias no atendimento à saúde.
Atrasados – Arns confirmou a informação já divulgada pela APP na semana passada, de que a implantação da progressão dos(as) professores(as) – que deveria ter ocorrido em outubro do ano passado – será realizada na folha de março. A APP teve acesso aos protocolos e constatou que mais de 18 mil professores(as) terão direito ao avanço. Além disso, também será implantada nesta mesma folha as promoções pendentes de aproximadamente 2 mil professores(as) e 2 mil funcionários(as) de escola (implantação que deveria ter ocorrido em agosto de 2013). Mesmo com a implantação fica um saldo devedor relativo aos meses anteriores. Um terço dos valores retrativos da dívida será paga em maio. Os outros 2/3 ainda não tem data definida. A APP solicitou a antecipação deste pagamento para abril, mas a Seed alegou não ser possível pela necessidade de esperar o fechamento do quadrimestre para saber o comportamento do limite prudencial. O sindicato, todavia, solicitou, então, que o pagamento seja efetuado nos meses de maio, junho e julho. A Secretaria ficou de estudar a proposta e afirmou que fará todos os esforços para que não ocorra atraso, este ano, nas implantações de promoções e progressões dos(as) educadores(as).
Salário dos PSS – Contracheques de diversos(as) educadores(as) PSS que estiveram na mobilização foram entregue à chefe do GRHS da Seed, Graziele Andreola. Neles, havia a prova de descontos substanciais nos salários dos temporários. A justificativa da Seed é que pode ter ocorrido erros nos suprimentos (feitos pelas escolas) ou fora descontos realizados por conta de recolhimentos, relativos as recisões, feitos no final do ano passado. De qualquer forma, a chefe do GRHS afirmou que iria checar os casos encaminhados e afirmou que na folha de março qualquer erro será corrigido. A APP solicitou que a Seed publique em seu site uma explicação sobre os problemas ocorridos no pagamento da folha complementar dos educadores PSS.
Fundo Rotativo – Na semana passada o sindicato já havia repassado as reclamações de diversas escolas sobre o não pagamento do Fundo Rotativo. De acordo com a Seed, a primeira parcela – que perfaz cerca de R$ 9 milhões – foi creditada nas contas das escolas na última sexta-feira, dia 14.
Dívidas do PDE - A APP pediu a confirmação do pagamento das bolsas do PDE 2013, que estavam em atraso desde o segundo semestre do ano passado. O diretor da Seed afirmou que 50% do valor foi pago na última sexta-feira, dia 14, e que o restante será pago ainda esta semana. Ele afirmou que também foram pagos os professores das universidades que atuam como orientadores do magistério da rede estadual no PDE e que não recebiam há um ano.
Hora-atividade – Um dos temas centrais da luta da categoria, a implantação, no Estado, dos 33,33% de hora-atividade na jornada do magistério da rede estadual de ensino não avançou. A APP enfatizou o papel fundamental das negociações para que a hora-atividade aumentasse, nesta administração, para 30% da jornada, e que é essencial que o Estado alcance o mínimo determinado pela Lei do Piso (11.738/2008) e pela lei complementar estadual nº 155/2013: 33,33%. Cobrou também a fala realizada pelo governador em Cascavel, de que o Estado estaria aplicando 41% de hora-atividade. Não obstante a argumentação, o secretário afirmou que não poderia anunciar nada de novo sobre o tema, mas que pretende manter aberto o canal de negociação. Inclusive, uma nova reunião com a Seed ocorrerá na próxima semana, antes do Conselho Estadual da APP e da assembleia estadual da categoria, marcados para os dias 28 e 29 de março. Por conta da não apresentação de uma proposta de implementação dos 33,33% de HA, a categoria manterá a campanha ‘Hora-atividade para valer!’, que já tem data marcada: próxima segunda-feira, dia 24 de março.
PSPN – O sindicato já havia apresentado a demanda de que a correção do Piso no Paraná, este ano, fosse feita utilizando o índice defendido pela CNTE (10,6%). No mínimo, defendeu a direção da APP na negociação, o Estado deveria aplicar os 8,32% determinado pelo Ministério da Educação (MEC). Mas o discurso da Seed não foi animador. De acordo com o diretor geral da Secretaria, Jorge Wekerlin, os professores deverão receber este ano, em maio, o percentual da data-base (previsto em 5,88%). O sindicato voltou a defender a importância de uma política de ganho real para a categoria, confirmando a valorização da Educação no Estado. Para a APP, o Estado pode, no mínimo, dar além da data-base o percentual restante necessário para se alcançar o índice do MEC: 8,32%. O tema será retomado na reunião da próxima semana.
Reajuste dos(as) funcionários(as) – Como o salário mínimo regional teve seu índice definido, 7,32%, o sindicato requereu que o mesmo percentual fosse aplicado aos salários dos(as) funcionários(as) de escola. A Seed confirmou apenas a correção inflacionária na data-base, mas se colocou a disposição para voltar a debater o tema.
EJA – A superintendente da Educação Eliane Rocha afirmou que ainda está recebendo contribuições, de todo o Estado, para o novo texto da Instrução da Educação de Jovens e Adultos (EJA). A APP registrou, mais uma vez, contrariedade a respeito da exclusão de uma participação efetiva da entidade no debate sobre a resolução. A APP também informou a Secretaria sobre problemas envolvendo o Censes/Proeduse. O debate será retomado na próxima semana.
Educação Especial – Sobre a hora-aula para os(as) educadores(as) da Educação Especial também não foi apresentada nenhuma proposta. Também não houve avanço sobre outros itens da pauta da modalidade. A APP irá mais uma vez acionar o Ministério Público sobre a questão.
Falta do dia – Cobrado sobre o não desconto da falta do dia mediante compromisso de reposição dos conteúdos, o secretário de Educação Flávio Arns afirmou que ainda não tinha uma decisão sobre o pleito. Segundo ele, iria conversar com a sua equipe e os chefes de núcleos para tomar uma decisão.
Concurso do Magistério 2013 – De acordo com o GRHS, o resultado da terceira etapa (prova didática) deve sair na semana que vem.
Enfim, foram mais de três horas de reunião, de muito debate e cobrança por parte da direção da APP-Sindicato ao governo. Em vários momentos os representantes do governo alegavam problemas financeiros, a não liberação de empréstimos do governo federal e o fato do governo “ter garantido vários avanços para a categoria”. Foi uma reunião tensa. A direção da APP avalia como positiva toda a mobilização da categoria, que mais uma vez deu uma ótima demonstração de força e união. Na assembleia do próximo dia 29 de março, a categoria está convidada a avaliar a falta de atendimento do governo aos nossos principais itens de reivindicação.

Pela APP, participaram os(as) diretores: Marlei Fernandes de Carvalho, Luiz Carlos Paixão da Rocha, Hermes Leão, Edilson Aparecido de Paula, Walkíria Mazeto, Elizamara Goulart, Valdivino de Morais e Miguel Baez. O deputado estadual Professor Lemos também acompanhou e contribuiu com o debate. Pela Seed, além do secretário Arns, Jorge Wekerlin, Cilo Vargas, Graziela Andreola e Eliane Rocha.
 FONTE  http://www.appsindicato.org.br/Include/Paginas/noticia.aspx?id=9914
POR ONDE ANDA O NOSSO GOVERNADOR NUNCA SE FEZ PRESENTE:

Lula: Nós temos que fazer com que a Gleisi seja governadora do Paraná

0 comentários

LULA VAI PERCORRER O PARANÁ EM APOIO  GLEISI:
O ex-presidente Lula participou nesta sexta-feira (14) em Curitiba de um encontro estadual com a pré-candidata ao governo do Paraná pelo PT, senadora Gleisi Hoffmann. Mais de mil militantes, de todas as regiões do Paraná, estiveram presentes no evento, que teve transmissão ao vivo pela internet, no site do PT-PR.
Além de Lula e Gleisi, estiveram presentes o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, vice-presidente de Agronegócios e Micro e Pequenas Empresas do Banco do Brasil, Osmar Dias, presidente estadual do PT, Enio Verri, o deputado federal Zeca Dirceu e outros deputados federais e estaduais, prefeitos, vices, vereadores e dirigentes estaduais do PT e partidos aliados.
Lula disse que irá percorrer o Paraná neste ano em apoio à pré-candidatura de Gleisi ao Governo Estadual. “A companheira Gleisi representa um importante projeto para o Paraná, de continuidade do trabalho da presidenta Dilma. Estaremos juntos, percorrendo todas as regiões do estado. Nós temos que fazer com que essa moça seja governadora do Paraná”, afirmou Lula.
Lula ressaltou que muito do incômodo que algumas pessoas têm com o governo petista é fruto das realizações feitas. “Nós criamos universidades, o Prouni, o Fies, o Ciência sem Fronteiras, isso incomoda. Uma filha de empregada doméstica pode cursar uma universidade federal”. O ex-presidente ressaltou que nos últimos anos foi possível provar que “os pobres deixaram de ser problema e viraram solução”.
Gleisi disse que o evento desta tarde foi uma forma de comemorar os 34 anos do partido e também fazer uma reflexão do momento político do estado e do país. “Esse homem mudou esse país, é um ser humano especial, que veio para dar esperança ao povo brasileiro. Deixou um legado muito grande e deu condições à Dilma para continuar as mudanças necessárias ao Brasil”, destacou Gleisi.
Segundo Gleisi, é preciso ampliar esses programas no Paraná e para isso é necessário construir uma grande aliança com apoio de toda sociedade paranaense, reunindo estudantes, mulheres, trabalhadores, agricultores, empresários, servidores públicos e todos aqueles que querem o bem do Paraná. “Está na hora do nosso Estado ser grande e se aliar ao grande projeto nacional conduzido pela presidenta Dilma Rousseff. Está na hora de mudar e acabar com esse discurso de desculpa de quem não tem a capacidade de governar. Isso é característica de um governo fraco que não sabe enfrentar problemas. O Paraná é um estado rico, de povo trabalhador e não merece esse vexame que está passando. Promover as mudanças necessárias exige, sobretudo, trabalho e de trabalho nunca tivemos medo. Nós sonhamos, ousamos e entregamos resultados concretos para a população brasileira e podemos fazer o mesmo pelo Paraná. As mudanças são necessárias e possíveis”, frisou.
O deputado federal Zeca Dirceu saiu satisfeito com o resultado do evento. “Cada vez que participamos de um momento como este renovamos as energias para seguir na luta com a certeza de que estamos no caminho certo. Depois das falas de hoje do Lula e da Gleisi, a militância e os aliados saem prontos para defender ainda com mais forças a transformação do nosso Paraná”, comemorou Zeca.

VEREADOR MARIO E LUSTROSO COM A FUTURA GOVERNADORA 


Iniciou Curso do SENAI em Rosário

0 comentários

PROFESSOR ANTONIO MINISTRANDO AULA:
Esta acontecendo pela primeira vez em nosso município, curso do SENAI com a finalidade de formar mão de obra especializada, na área de mecânica e este curso abrange conhecimento na áreas de  FREIO, SUSPENSÃO E DIREÇÃO, quem esta muito entusiasmado com a ideia é om nosso professor ANTONIO GONÇALVES, um dos idealizador do projeto juntamente com o CRAS de Rosário, onde os interessados em fazer o curso, poderá buscar mais informações com a MILENA,  pois ainda tem vagas em aberto, as aulas acontece na a Biblioteca Publica  do Município de Rosário.   
ALUNOS CONCENTRADO E ANIMADOS COM O CURSO 

Casas Familiares do Setor III Realiza reunião em Rosário do Ivaí

0 comentários

PROFESSOR JORGE DAMAS DA CFR GRANDES DE  RIOS MARCA PRESENÇA: 
Aconteceu neste dia 11 de março  reunião das Casas Familiares do setor III, organizada pela ARCAFAR-SUL, em Rosário do Ivaí, com representantes de vários municípios da região; esta é  uma reunião de trabalho, onde todas as Casas Familiares , fazem uma apresentação do seu planejamento e das metas alcançadas, tendo  como objetivo fazer uma avaliação dos trabalhos desenvolvidos pelo setor e mostrar e compartilhar  as alternativas bem sucedida de cada Casa Familiar Rural. A reunião foi  presidida pelo coordenador do setor III o Sr Marcos Geffer que agradeceu a  coordenadora da Casa Familiar Rural de Rosário Vanira Pimentel e  o Presidente Jair   pela    recepção. Estiveram presentes na reunião, da  Secretaria  Agricultura, Ismailton Massaro e Ozandes Correia ,  da Secretaria da Educação Maria Aparecida Fernandes e José Luis, da Tesouraria representando o  Prefeito   Municipal de Rosário  do Ivaí.
APRESENTAÇÃO DA CFR  DE ROSÁRIO DO IVAI
APRESENTAÇÃO CFR ALTÔNIA 


Use seu Facebook para comentar!

 
  • Blog do Lustroso © 2013 | Template por Rumah Dijual, em colaboração com Web Hosting , Blogger Templates e WP Themes